quarta-feira, 25 de julho de 2007

158 - fragmento 6

"Escrevo, triste, no meu quarto quieto, sozinho como sempre tenho sido, sozinho como sempre serei. E penso se a minha voz, aparentemente tão pouca coisa, não encarna a substância de milhares de vozes, a fome de dizerem-se de milhares de vidas, a paciência de milhões de almas submissas como a minha ao destino quotidiano, ao sonho inútil, à esperança sem vestígios. Nestes momentos meu coração pulsa mais alto por minha consciência dele. Vivo mais porque vivo maior."


FERNANDO PESSOA . BERNARDO SOARES

2 comentários:

Anderson disse...

Oi grande Artista digital, Estou morrendo de Saudades de vc..Adorei este painel..Nosso blog de Direitos Humanos vai bombar..tenho certeza e confio em vc..Em breve estou em Santos...em aguarde..bjs

Anderson Nogueira

RABISCOS DIGITAIS disse...

oi,garotooo!! saudades de vc querido!! chegou bem? quanto ao blog trate-o com carinho, pois o assunto merece! vai bombar sim e sabe que estarei com vc nessa doideira! rsrsrs
vou te esperar com muito carinho! beijos e se cuide!!!